25/07/2014

Treinador diz que não teve problema com a emissora, mas admite que teve atritos.

Na primeira coletiva de imprensa após ser nomeado oficialmente técnico da seleção, Dunga falou do seu relacionamento com a mídia, especialmente com a TV Globo, praticamente sócia da CBF, que tem poderes (e privilégios) para entrevistas exclusivas com jogadores e até interromper atividades dos atletas para que eles participem de programas da emissora.

"Não tive problema com a Globo, tive atritos com alguns, e talvez tenha levado muito na ponta da faca, porque alguns não cumpriram o combinado". Ele se  referia ao atrito  que teve com o jornalista Alex Escobar, a quem chegou a xingar durante uma entrevista (video abaixo). Diplomaticamente, o novo treinador da seleção admitiu que precisa aprimorar seu relacionamento com a imprensa, o que é normal. "Esse é meu mea culpa",

Fica no ar desde já a pergunta: será que Dunga vai agir como Felipão, que abriu as portas para a TV Globo, como aconteceu antes e durante os preparativos para os jogos?  Com Felipão, treinos eram interrompidos para a gravação de  programas, como aconteceu na Granja Comary, quando Luciano Huck entrou no meio de uma atividade para gravar um quadro para o "Caldeirão".  Felipão entrou ao vivo no programa de Fátima Bernardes no dia da apresentação, houve gravação do programa "Esquenta", de Regina Casé, dentro da concentração, e até o médico da Seleção entrou ao vivo no programa de Luciano Huck,  antes da coletiva de imprensa, para falar sobre a lesão de Neymar em primeira mão.


Vamos ficar de olho no relacionamento Dunga versus mídia, leia-se TV Globo. Hoje, primeiro dia, ele amaciou. Mas Dunga é carne de pescoço e não muda de opinião com facilidade. Veja aqui o video do incidente com Alex Escobar.

http://youtu.be/mm_yn4-1QN4

Nenhum comentário:

Postar um comentário