05/01/2015

Cientista no Leito de Morte Faz Impactantes Confissões sobre Extraterrestres.

Foi divulgada uma gravação do cientista póstumo norte-americano Boyd Bushman em que ele diz ter trabalhado em uma base secreta da Força Aérea dos EUA, onde supostamente estudam naves e corpos de extraterrestres.

No vídeo gravado pouco antes de sua morte em agosto passado, o ex-cientista da empresa Lockheed Martin, mostra fotos de corpos de alienígenas que, segundo ele, foram tomadas com câmeras descartáveis na Área 51, uma base secreta da Força Aérea no estado de Nevada.

Segundo o jornal britânico Metro, Bushman foi um importante pesquisador da corporação aeroespacial Lockheed Martin e contava com várias patentes, embora alguns detalhes da sua biografia sejam motivo de controvérsia.


"No que se refere às naves extraterrestres, contamos com cidadãos norte-americanos, que trabalham 24 horas por dia estudando os ovnis. Tratamos de entender o que fazer", disse no vídeo datado de 7 de agosto.
As confissões de Bushman estão salpicadas com imagens de corpos de humanoides.  O pesquisador afirmou  que dois grupos de alienígenas estão sendo estudados na Área 51.

"Aliens têm dedos longos, pés de pato, e vêm de um planeta conhecido como Quintumnia", diz Bushman.


Não é a primeira vez que alguém da empresa alegou que segredos de naves alienígenas estão sendo estudados pela Lockheed Martin.

Ben Rich, empregado da Lockheed Martin que foi pioneiro nos caças stealth, disse: "Nós já temos os meios para viajar pelas estrelas, mas estas tecnologias estão trancados em projetos negros e seria necessário um ato de Deus para usá-los em benefício da humanidade... qualquer coisa que você possa imaginar, nós já sabemos como fazer." 


"Há dois grupos de aliens", diz Bushman. "Eles são divididos em dois grupos. É como uma fazenda de gado. Um grupo são de domadores, e os outros são ladrões - os ladrões de gado. 
Os que são domadores são muito mais amigáveis, e têm um melhor relacionamento com a gente." 

Confissões mostrando a cara no leito de morte sobre a existência de OVNIs e extraterrestres, parecem ser muito convincentes; "por que então essas pessoas mentem?" diz Nigel Watson, autor do "Haynes UFO Investigations Manual."

"No entanto, temos de ter cuidado com o fato de que durante longos períodos, as memórias se apagam e as pessoas podem usar vagas lembranças para reconstruir os eventos em uma história que eles preferem acreditar ou agradar ao seu público.
A questão de fundo é que ainda é preciso provas físicas consistentes para validar essas afirmações e sem isso, os céticos ainda podem abanar a cabeça com horror e a controvérsia UFO vai continuar." 

Nenhum comentário:

Postar um comentário